Quinta-feira, 16 de Novembro de 2006

Dueto

"QUERO"

Quero neste momento
Libertar-me do sofrer
Que a dor seja varrida pelo vento
Acordar para a vida sem lamento
Abraçar o sol que vai nascer
E dizer ao meu sentimento
Que nunca é tarde para viver

Quero o eco da tua voz ouvir
Como ouço o cântico dos passarinhos
Na maciez dos teus lábios construir
Novos horizontes novos caminhos
E no meu peito poder sentir
O aconchego dos teus carinhos

Quero sentir o teu odor selvagem
Beijar-te sobre as ondas do mar
Contemplar a tua imagem
Que meu corpo faz vibrar
E ler-te uma mensagem
Que termine no verbo amar

Quero ao som de mil violinos
Cantar-te a canção da liberdade
Em teus olhos cristalinos
Escrever a minha lealdade
E traçar os destinos
Que nos leve à felicidade

Quero esquecer as ilusões
O tempo perdido e a dor
Sentir a voz das emoções
Dar à vida luz e cor
E plantar em nossos corações
Uma árvore chamada Amor

Autor: Hélio Costa

Lado B de "Quero"

Respondo a esse momento
Não gosto de ver sofrer
Quem me dera ser o vento
Para te libertar desse lamento
Ver-te de novo a nascer
Como flor rubra de sentimento
E com um sorriso a condizer

A voz que agora podes ouvir
Não é como a dos passarinhos
Neste espaço deixa-me construir
Novas linhas que talham caminhos
Para que possas assim sentir
As palavras rimadas de carinhos

Sei que estou a ser selvagem
Apoderei-me do teu rimar
Quis responder com imagem
Em cada linha decidi vibrar
Completa-se assim a mensagem
De quem gosta tanto de amar

Perdoa se não trouxe violinos
Vou cantar no tom da liberdade
Meus pobres versos cristalinos
Remeto à tua lealdade
Desejo que os teus destinos
Tenham muito amor e felicidade

Não esqueças as ilusões
Se bem que façam alguma dor
Canta e junta-lhes emoções
Nesse canto dá-lhe a cor
Que alegra tantos corações
E começa pela palavra: Amor

Azoriana

índice temático:
publicado por Azoriana às 18:35
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Tere Penhabe a 19 de Novembro de 2006 às 04:44
Querida Rosa, parabéns por esse dueto lindíssimo!! E também por todo o blog que está primoroso, você e seus escritos sempre proporcionam momentos poéticos de deliciosas reflexões. Bom demais ler você...abraços de aplausos.
Com carinho do litoral brasileiro pra ti
Tere
De Soldourado54 a 20 de Novembro de 2006 às 23:16
Obrigado linda Rosa
Pela tua graciosidade
E pela forma maravilhosa
Que tratas a minha amizade

Teus versos em mim me entoa
Nem o mar de uma Alagoa
Uma paisagem colorida
Ou uma rocha escarpada
Que para sempre será lembrada
Nos dias da minha vida

Deixa-me só deixar aqui
Neste teu maravilhoso cantinho
Um sincero abraço para ti
Embrulhado no meu carinho

HC
De Tel Moreira a 26 de Novembro de 2006 às 04:01
Olá.Sou do Brasil e vim te visitar. Um abraço
De Tel Moreira a 26 de Novembro de 2006 às 04:02
Acho que meu URL não apareceu.
http://estelinhaquebragalho.blig.ig.com.br
Visite-me e ficarei feliz!
De Mary a 4 de Dezembro de 2006 às 15:30
Morei na Terceira durante um tempo, amei e tenho saudades. Descobri este blog por acaso e matei um bocadito as saudades. já não vou aí já vai fazer dois anos. que saudades... Bjinhox

Comentar post

nota de abertura

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos, já publicados no blog original "Azoriana / Açoriana".
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.
in DI Domingo. Foto de António Araújo

índice temático

a biografia

blogs

da azoriana

in palavras açorianas

jornais e revistas

listas

livro

logo_150_anos

ofertas

outras páginas pessoais

outros autores

página pessoal

serreta

serreta na intimidade

todas as tags

Usuários online usuários online

imagem do cabeçalho editada por DJDiniz

Livro de visitas
Guestbook

selo

Azoriana/Açoriana (II)
Azoriana/Açoriana (II)
@ 2006 - Código

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

ir para / go to:

Recordando os primórdios ...

Um artigo digno de se ler...

Tradicional tolerância de...

No Diário dos Açores o es...

Memórias de uma Festa - S...

Arquiteto Rodrigo Gonçalv...

A propósito do vídeo de I...

A ponta da Fajã (da Serre...

Maria, ó Mãe dos crentes

Programa das Festas Nossa...

últ. comentários

Muito obrigada Maria João. Bjs
Vejo que continuas a cantar a tua terra, como ning...
Passei por aqui e fiquei gostoso deste blog notici...
Lindo poema! A Última quadra, é de uma beleza e se...
E hoje tive o prazer de cumprimentar o neto do fad...
blogs SAPO

subscrever feeds