Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

"Serra pequenina", por Félix Rodrigues

Praticamente toda a gente que bloga (ou não) sabe que tenho (e sempre tive) um especial carinho pela freguesia natal - a Serreta. Engendrei uma página para ela e sempre que a inspiração solta um ar de sua graça, lá estou eu a rimar ou a prosar sobre a freguesia cuja população tende a decrescer. Mesmo que ausente dela há mais de vinte anos (porque resido na presente data no lugar de São Carlos), continuo atenta a tudo o que se diz, comenta ou produz sob o termo "Serreta", que quer dizer "Serra pequenina".

Precisamente hoje, 22 de Julho 2009, deparei com um poema que a canta melodiosamente. O seu autor é conhecido, é um amigo simpático, é detentor de um blog que não tem nada de «Desambientado» mas assim o intitula, é criador de belíssimos poemas, etc. Encantei-me com a surpresa. Peço licença para o (re)publicar no meu blog e espero que o seu autor fique feliz:

Serra pequenina

Os elementos dilaceram a terra
Coberta de pedra-pomes,
Burilando domos,
Enquanto criam veias profundas,
Onde a água é sangue que alimenta
Um corpo de laurissilva.

O nevoeiro corre,
Entre bermas ravinosas de ribeiras,
Num deflúvio da serra,
Que o aprisiona e liberta,
Ao ritmo dos dias e das noites
Ou do pulsar jovem de coração vulcânico.

Serreta,
Minha serra pequenina.
Menina, ribeira, ravina.
Lava, lavada,
Numa inspiração divina.


Félix Rodrigues

Angra do Heroísmo, 18 de Julho de 2009

índice temático: ,
publicado por Azoriana às 13:46
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Félix a 22 de Julho de 2009 às 17:47
Cara amiga.
É uma honra este destaque. Só agora percebi que a foto que estava no Google Earth era tua. Parabéns, é uma foto fantástica.
De Marta M a 5 de Dezembro de 2009 às 16:30
Olá!
De clik em clik vim para aqui, a este "verde" forte açoreano.
Gostei do poema, foi como se estivesse aí.
Um dia hei de fazer esta viagem.
Um dia...
Bom fim de semana
Marta M
Coimbra

Comentar post

nota de abertura

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos, já publicados no blog original "Azoriana / Açoriana".
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.
in DI Domingo. Foto de António Araújo

índice temático

a biografia

blogs

da azoriana

in palavras açorianas

jornais e revistas

listas

livro

logo_150_anos

ofertas

outras páginas pessoais

outros autores

página pessoal

serreta

serreta na intimidade

todas as tags

Usuários online usuários online

imagem do cabeçalho editada por DJDiniz

Livro de visitas
Guestbook

selo

Azoriana/Açoriana (II)
Azoriana/Açoriana (II)
@ 2006 - Código

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

ir para / go to:

Recordando os primórdios ...

Um artigo digno de se ler...

Tradicional tolerância de...

No Diário dos Açores o es...

Memórias de uma Festa - S...

Arquiteto Rodrigo Gonçalv...

A propósito do vídeo de I...

A ponta da Fajã (da Serre...

Maria, ó Mãe dos crentes

Programa das Festas Nossa...

últ. comentários

Muito obrigada Maria João. Bjs
Vejo que continuas a cantar a tua terra, como ning...
Passei por aqui e fiquei gostoso deste blog notici...
Lindo poema! A Última quadra, é de uma beleza e se...
E hoje tive o prazer de cumprimentar o neto do fad...
blogs SAPO

subscrever feeds