Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Serreta - Angra do Heroísmo

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! 09/04/2004. Terceira - Açores

Serreta - Angra do Heroísmo

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! 09/04/2004. Terceira - Açores

16
Nov06

Dueto

Azoriana

"QUERO"

Quero neste momento
Libertar-me do sofrer
Que a dor seja varrida pelo vento
Acordar para a vida sem lamento
Abraçar o sol que vai nascer
E dizer ao meu sentimento
Que nunca é tarde para viver

Quero o eco da tua voz ouvir
Como ouço o cântico dos passarinhos
Na maciez dos teus lábios construir
Novos horizontes novos caminhos
E no meu peito poder sentir
O aconchego dos teus carinhos

Quero sentir o teu odor selvagem
Beijar-te sobre as ondas do mar
Contemplar a tua imagem
Que meu corpo faz vibrar
E ler-te uma mensagem
Que termine no verbo amar

Quero ao som de mil violinos
Cantar-te a canção da liberdade
Em teus olhos cristalinos
Escrever a minha lealdade
E traçar os destinos
Que nos leve à felicidade

Quero esquecer as ilusões
O tempo perdido e a dor
Sentir a voz das emoções
Dar à vida luz e cor
E plantar em nossos corações
Uma árvore chamada Amor

Autor: Hélio Costa

Lado B de "Quero"

Respondo a esse momento
Não gosto de ver sofrer
Quem me dera ser o vento
Para te libertar desse lamento
Ver-te de novo a nascer
Como flor rubra de sentimento
E com um sorriso a condizer

A voz que agora podes ouvir
Não é como a dos passarinhos
Neste espaço deixa-me construir
Novas linhas que talham caminhos
Para que possas assim sentir
As palavras rimadas de carinhos

Sei que estou a ser selvagem
Apoderei-me do teu rimar
Quis responder com imagem
Em cada linha decidi vibrar
Completa-se assim a mensagem
De quem gosta tanto de amar

Perdoa se não trouxe violinos
Vou cantar no tom da liberdade
Meus pobres versos cristalinos
Remeto à tua lealdade
Desejo que os teus destinos
Tenham muito amor e felicidade

Não esqueças as ilusões
Se bem que façam alguma dor
Canta e junta-lhes emoções
Nesse canto dá-lhe a cor
Que alegra tantos corações
E começa pela palavra: Amor

Azoriana

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

in DI Domingo. Foto de António Araújo

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

imagem do cabeçalho editada por DJDiniz

Livro de visitas
Guestbook

ir para / go to:

nota de abertura

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos, já publicados no blog original "Azoriana / Açoriana".
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.

Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

selo

Azoriana/Açoriana (II)
Azoriana/Açoriana (II)
@ 2006 - Código

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)