Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Serreta - Angra do Heroísmo

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! 09/04/2004. Terceira - Açores

Serreta - Angra do Heroísmo

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! 09/04/2004. Terceira - Açores

12
Ago08

Apontamento

Azoriana

Recebi o teu e-mail e fiquei com a surpresa a bailar na cabeça até me lançar nesta resposta à tua intenção «Preciso de falar contigo sobre a freguesia da Serreta». Nem fazes ideia como é bom receber um pedido desses. É bom sentir que mais alguém quer saber sobre a freguesia que já me despertou para uma data de rimas, de escritos ao sabor de um teclado protegido por tectos, que já me fez aparecer em linhas de jornal na ilha e fora dela (imagina, até em Modesto - Califórnia), modéstia à parte, cria-me um nervoso miudinho como quem sente ter atingido o objectivo de uma mãe que partiu com a dor de não falar à comunicação social da "sua" Serreta. (Neguei-lhe isso, noutra altura... Tive pejo de incomodar outrem.)

Acredita, amiga (deixa-me tratar-te assim, porque amigos são aqueles que nos ouvem seja qual for a resposta, inclusive pode ser do contra), insisto, amiga, a emoção continua neste momento, enquanto aguardo o que virá a seguir daquilo que me questionares e eu souber responder com o tal brilhozinho nos olhos (dizem que é bom sinal, que é quando se gosta de algo).

Sim, falemos da Serreta antes que a Serreta se despeça de nós pois ela sobrevive à custa de boas vontades dos que lá nasceram e que, por contingências da vida, se viram obrigados a ir morar para outros locais, de cá ou de lá, e que continuam com a chama ardente e voltam de vez em quando contribuindo para que ela sobreviva a tudo e todos... Voltam daqueles lugares que mexem muito mais com a tal companheira Saudade. A Saudade veste-se de lágrimas e dor, lamentos... Lamento, é a palavra que me faz companhia muitas vezes... Lamento ter saído de lá, um dia. Hoje queria voltar mas só pode ser em pensamento e em visitas espaçadas. A visita mais prolongada é na segunda semana de Setembro que é a semana maior da Serreta onde a Virgem dos Milagres ouve o canto feliz dos seus filhos e filhas. É lindo, acredita. "O céu desce à terra" numa labareda de fé em vozes diferentes mas com o mesmo tributo: Senhora dos Milagres, rogai por nós! (Senti um grande arrepio trespassar-me agora...)

A Serreta é tão bonita aos olhos de quem a ama... Podes começar assim, se quiseres e puderes, quando olhares para mim e começares a tirar-me as palavras do baú de recordações. Receio é que não consigas parar o falar deste amor por aquele "Cantinho do Céu".

Avé-Maria!

Rosa Silva ("Azoriana")

Mais sobre mim

foto do autor

in DI Domingo. Foto de António Araújo

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

imagem do cabeçalho editada por DJDiniz

Livro de visitas
Guestbook

ir para / go to:

nota de abertura

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos, já publicados no blog original "Azoriana / Açoriana".
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.

Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

selo

Azoriana/Açoriana (II)
Azoriana/Açoriana (II)
@ 2006 - Código

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)