Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Serreta - Angra do Heroísmo

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! 09/04/2004. Terceira - Açores

Serreta - Angra do Heroísmo

Os escritos são laços que nos unem, na simplicidade do sonho... São momentos! 09/04/2004. Terceira - Açores

23
Set08

A Serreta no mundo

Azoriana

Apraz-me registar com todo o agrado que a freguesia da Serreta está devidamente identificada na Wikipédia, na categoria de “Freguesias da Região Autónoma dos Açores”. Desconheço o autor desta benéfica actualização que merece todos os elogios. O actualizador muniu-se de referências antigas preciosas para rechear a Wikipédia com uma das pérolas da ilha Terceira. Modéstia à parte, também verifiquei que manteve as ligações externas à página de que sou autora, sem fins lucrativos, e ainda incluiu o meu complemento de imagens relativas à freguesia. Só tenho a agradecer a deferência.

No campo das Personalidades, noto que foi posto em destaque três das mais importantes: o sacerdote fundador do culto da Senhora dos Milagres da Serreta; o político que foi o principal promotor da construção da igreja da Serreta, actual Santuário e o escritor/professor universitário e político dos nossos dias. Eu acrescentaria mais algumas personalidades cujos nomes não estão à vista mas que muito contribuíram para a freguesia ser o que sempre foi e será – a peregrina do mundo.

Os párocos, os dirigentes da Sociedade Filarmónica Recreio Serretense, os maestros, os músicos, os membros das comissões da igreja, o reitor, os grupos corais, as pessoas que ornamentam os altares, o homem que fez os caixões dos defuntos durante vários anos, os presidentes da Junta de Freguesia, os que trabalharam para que a freguesia tivesse edifícios notórios, etc. etc. podiam ser incluídos por quem de direito.

Puxando a brasa à minha sardinha, nomeio a minha falecida mãe como sendo a mulher serretense cuja doença degenerativa lhe permitiu apenas ser uma grande devota e impulsionadora do gosto que a família directa nutre por este cantinho do céu – A Serreta! A prova disso nota-se nas lágrimas que correm ao toque do sino, ao estalar dos foguetes e ao sorriso de Nossa Senhora quando os nossos olhos nela caem, em determinada posição. Não quero parecer presunçosa ou orgulhosa mas sim uma mulher simples que ouviu a voz da falecida mãe mesmo que um bocado tarde. Se a Serreta está ao rubro na internet deve-o às suas gentes naturais e, insisto, à minha falecida mãe, que através de mim e a partir do ano de 2004, transbordou em rimas contrariando o negro de um vulcão que era o termo que acendia o rastilho da pesquisa na internet com resultados únicos e tristes. Hoje a Serreta é pesquisável com outras palavras e muito mais alegres.

Bem-haja quem ama e divulga a pequenina freguesia que atrai na 2ª semana de Setembro milhares de peregrinos para verem a linda Senhora dos Milagres.

Acredito que aquela mártir está no Céu intercedendo pela sua família e por quem dela se lembra junto do altar da Virgem Mãe - Senhora dos Milagres. Hei-de cantá-la enquanto puder.

Rosa Silva ("Azoriana")

Mais sobre mim

foto do autor

in DI Domingo. Foto de António Araújo

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

imagem do cabeçalho editada por DJDiniz

Livro de visitas
Guestbook

ir para / go to:

nota de abertura

Neste espaço residem pequenos fragmentos da alma serretense.
Um residente classificou-a como sendo fresca no clima e quente na hospitalidade. É, sem dúvida, uma freguesia fresca, pequena mas com uma grande alma.

É um "Cantinho do Céu", como a autora lhe chamou num dos seus artigos, já publicados no blog original "Azoriana / Açoriana".
Sob o pseudónimo de Cidália Miravento e na capa de "Azoriana", Rosa Silva vai reunindo coisas suas e de outros no intuito de divulgar a freguesia que lhe deu berço - SERRETA.

Bem-vindo à Serreta, a freguesia de Nossa Senhora dos Milagres, do concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores.

Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

selo

Azoriana/Açoriana (II)
Azoriana/Açoriana (II)
@ 2006 - Código

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)